Inventário da fauna de Hymenoptera parasitóides coletados com redes de varredura em um fragmento da Serra da Babilônia, no sudoeste do estado de Minas Gerais.

Diego Galvão Pádua, Sônia Lúcia Modesto Zampieron

Resumo


Os himenópteros parasitóides representam o grupo mais rico em espécies dentro da ordem. Este estudo teve por objetivo inventariar a fauna de himenópteros parasitóides, em nível de família, num fragmento da Serra da Babilônia, no sudoeste mineiro, através de redes de varredura, no período de Setembro de 2009 a outubro de 2010. Foram coletados um total de 445 exemplares de himenópteros parasitóides, distribuídos em 20 famílias, contidas em sete superfamílias. Em termos de superfamílias, 55% eram Chalcidoidea (12 famílias/247 exemplares); 23% Ichneumonoidea (duas famílias/104 exemplares); 14% Platygastroidea (duas famílias/64 exemplares); 3% Proctrotrupoidea (uma família/14 exemplares); 2% Ceraphronoidea (uma família/sete exemplares); 2% Cynipoidea (uma família/ sete exemplares); 1% Chrysidoidea (uma família/ duas exemplares. As superfamílias Chalcidoidea e Ichneumonoidea foram as mais representativas, havendo uma significativa supremacia numérica no primeiro caso: doze famílias ao todo. Destas, duas se sobressaírem em número de exemplares: Eulophidae e Pteromalidae, ambas contendo um grande número de espécies descritas, com hábitos e habitats bastante diversificados e com grande variedade de hospedeiros o que, certamente, pode explicar o grande número de indivíduos coletados. Quanto ao segundo caso, o destaque ficou com a família Braconidae, cujo número de representantes encontrados foi significativamente maior do que a segunda família do grupo. O estudo revelou que a região amostrada ainda se encontra bastante preservada, principalmente no que tange à diversidade de himenópteros parasitóides presente. Isto garante a manutenção das relações ecológicas e o fortalecimento das cadeias, e fornece os sustentáculos para que o equilíbrio ambiental não se desfaça.


Inventory of the Fauna of Hymenoptera Parasitoids Collected with Sweep Nets in a Fragment of the Serra da Babilônia, in the Southwestern State of Minas Gerais


Abstract. The hymenopterans parasitoids represent the richest group in species within this order. This study aimed to inventory the fauna of hymenopterans parasitoids, in family level, in a fragment of Serra da Babilônia (Southwest of Minas Gerais), through sweep nets, in a period of September 2009 to October 2010. Were collected a totality of 445 specimens of hymenopterans parasitoids, distributed in 20 families, contained in seven superfamilies. In terms of superfamily, 55% were Chalcidoidea (12 families/247 specimens); 23% Ichneumonoidea (two families/104 specimens); 14% Platygastroidea (two families/64 specimens); 3% Proctrotrupoidea (one families/14 specimens); 2% Ceraphronoidea (one families/seven specimens); 2% Cynipoidea (one families/seven specimens); 1% Chrysidoidea (one families/two specimens). The superfamilies Chalcidoidea and Ichneumonoidea were the most representative, with a significant numerical supremacy in the first case: twelve families in all. These, two excelled in number of specimens: Eulophidae and Pteromalidae, both containing a large number of described species, with habits and habitats very diversified and with large variety of host that certainly can explain the large number of specimens collected. About the second case, the highlight was family Braconidae, that the number of representatives found was significantly higher than the second family of the group. The study realized that the sampled region still is very preserved, mainly in regard to the diversity of hymenopterans parasitoids present. This ensures the maintenance of ecological relationships and the strengthening of chains, and provides the underpinnings for the environmental equilibrium will not come apart.


Palavras-chave


Bioma Cerrado; Hymenoptera parasítica; Parque Nacional Serra da Canastra; Cerrado Biome; National Park Serra da Canastra; Parasitic Hymenoptera

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



|    Licença de Uso    |     Normas para publicação (PDF)   |    Projeto do Periódico   |   Política de Privacidade    |    Currículo Lattes (Busca)    |   Scielo     |     Títulos de Periódicos ligados à Entomologia e suas Abreviações     |      Ortografa!

Indexadores:

Latindex   |   SEER/IBICT     |    Dialnet     |    Agrobase - Literatura Agrícola     |   Sumários de Revistas Brasileiras     |     DOAJ     |    CABI Abstracts     |    LivRe!       |   RCAAP   |    Diadorim    |    Electronic Journals Library   | Eletronic Journals Index  |   Fonte Acadêmica - EBSCO  |   ZooBank    |   Zoological Records    |   Agro Unitau    |    BASE (Bielfield Academic Search Engine)     

Outras fontes:

   WorldCat    |     Mendeley     |     Google Acadêmico    |    Qualis CAPES 

Copyright © 2008-2018, Entomologistas do Brasil

As opiniões técnico/científicas e mesmo pessoais, constantes nos artigos e comunicações científicas publicados no EntomoBrasilis são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores.

 

EntomoBrasilis. ISSN Online 1983-0572 - Prefixo doi: 10.12741

 

 Site hospedado gratuitamente no HostingZone

Fazemos parte da ABEC (Associação Brasileira de Editores Científicos)

Filiado ao Portal de Periódicos CAPES

Apoio