Influência dos Fatores Ambientais e da Quantidade de Néctar na Atividade de Forrageio de Abelhas em Flores de Adenocalymma bracteatum (Cham.) DC. (Bignoniaceae)

Keila Nogueira da Silva, João Cloves Stanzani Dutra, Mateus Nucci, Leandro Pereira Polatto

Resumo


Resumo. Este trabalho teve como objetivo avaliar a influência diária dos fatores ambientais e da quantidade de néctar na frequência de forrageio de abelhas em flores de Adenocalymma bracteatum (Cham.) DC. Para isso, foi demarcada uma área focal e registrada a atividade de forrageio das abelhas em um intervalo de 30 minutos para cada hora, das 6:00 às 17:30 h, nas flores da referida espécie vegetal durante quatro dias não consecutivos. Também foi avaliada a produção acumulativa de néctar e o seu consumo pelos visitantes no decorrer do dia. Dados referentes à temperatura, umidade relativa do ar, luminosidade e velocidade do vento foram anotados no início de cada hora. Para verificar se as frequências de forrageios das espécies de abelhas estavam correlacionadas com os fatores abióticos, foram realizados testes de correlação de Pearson. Dentre as espécies registradas, Oxaea flavescens Klug apresentou o maior número de forrageios. O número de forrageio no decorrer do dia não se manteve uniforme, o que faz acreditar que a atividade de forrageio das abelhas sofreu interferência dos fatores ambientais e da quantidade de néctar presente nas flores de A. bracteatum. Os polinizadores efetivos foram responsáveis por 51,6% do total de visitas por flor em A. bracteatum, enquanto os pilhadores de recursos perfizeram 33,1% e os furtadores de recursos realizaram somente 15,3% do total de visitas por flor. Houve ainda, forrageios de formigas e moscas. As formigas sugavam néctar extrafloral, possivelmente conferindo proteção contra pilhagem de néctar. Já as moscas pousavam na corola, mas não extraíram néctar nem pólen.


Influence in the Environmental Factors and the Amount of Nectar in the Foraging Activity of Bees on Flowers Adenocalymma bracteatum (Cham.) DC. (Bignoniaceae)


Abstract. This study aimed to evaluate the daily influence of environmental factors and the amount of nectar in the foraging frequency of bees on flowers Adenocalymma bracteatum (Cham.) DC. For this, a focal area was demarcated and registered foraging activity of bees in a 30-minute break for every hour from 6:00 a.m. to 5:30 p.m., in the flowers of this plant species during four non-consecutive days. Also was analyzed the nectar production and its consumption by visitors throughout the day. Data relating to temperature, relative humidity, luminosity, and wind speed were recorded at the beginning of each hour. To check if the frequencies of foraging the bee species were correlated with abiotic factors, tests of Pearson correlation were performed. Among the species recorded, Oxaea flavescens Klug had the highest number of foraging. The number of foraging during the day did not remain uniform, which makes to believe that foraging activity of bees suffered interference from environmental factors and the amount of nectar present in flowers of A. bracteatum. The effective pollinators were responsible for 51.6% of total visits per flower in A. bracteatum, while the robber’s resources totaled 33.1%, and only 15.3% of all visits were made by thieves’ resource. There was also foraging of ants and flies. Nectar present around the flower was sucked by ants, possibly conferring protection against robbery nectar. There were flies landing on the corolla of the flowers, but nectar and pollen were not collected.


Palavras-chave


Abelha; Furto/Pilhagem de néctar; Mamangavas; Polinizadores; Bumblebees; Bee; Pollinators; Theft/Robbery nectar

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



|    Licença de Uso    |     Normas para publicação (PDF)   |    Projeto do Periódico   |   Política de Privacidade    |    Currículo Lattes (Busca)    |   Scielo     |     Títulos de Periódicos ligados à Entomologia e suas Abreviações     |      Ortografa!

Indexadores:

Latindex   |   SEER/IBICT     |    Dialnet     |    Agrobase - Literatura Agrícola     |   Sumários de Revistas Brasileiras     |     DOAJ     |    CABI Abstracts     |    LivRe!       |   RCAAP   |    Diadorim    |    Electronic Journals Library   | Eletronic Journals Index  |   Fonte Acadêmica - EBSCO  |   ZooBank    |   Zoological Records    |   Agro Unitau    |    BASE (Bielfield Academic Search Engine)     

Outras fontes:

   WorldCat    |     Mendeley     |     Google Acadêmico    |    Qualis CAPES 

Copyright © 2008-2018, Entomologistas do Brasil

As opiniões técnico/científicas e mesmo pessoais, constantes nos artigos e comunicações científicas publicados no EntomoBrasilis são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores.

 

EntomoBrasilis. ISSN Online 1983-0572 - Prefixo doi: 10.12741

 

 Site hospedado gratuitamente no HostingZone

Fazemos parte da ABEC (Associação Brasileira de Editores Científicos)

Filiado ao Portal de Periódicos CAPES

Apoio