Riqueza de Espécies de Inimigos Naturais Associados ao Cultivo de Tangerina Orgânica em Seropédica - RJ

William Costa Rodrigues, Paulo Cesar Rodrigues Cassino, Katiana Zinger, Mateus Varajão Spolidoro

Resumo


O objetivo do estudo foi verificar e entender a riqueza e a diversidade de espécies e seus componentes em cultivo de tangerina orgânica e sua contribuição para implementação de programas de controle biológico. O estudo foi conduzido em um pomar de tangerina cv. Poncã em Seropédica RJ, no período de agosto de 2003 a janeiro de 2005, com monitoramentos semanais. Os dados foram analisados através dos índices de Shanon-Wiener (diversidade), Berger-Parker (dominância), equitabilidade e Jaknnife 1ª ordem (riqueza de espécie), além da análise de correlação entre os componentes da diversidade. Verificou-se uma diversidade (H’) e equitabilidade (e) relativamente alta (0,796 e 0,8339, respectivamente) e a dominância foi relativamente baixa (d= 0,2437, Heza insignis) com co-dominância de Zellus sp. (d= 0,2362). Entre os componentes correlacionados com a riqueza de espécies somente a equitabilidade não apresentou significância, os demais foram significativos a 1% de probabilidade. O entendimento da riqueza, diversidade e dominância, possibilitam auxiliar na decisão de quais os inimigos naturais estão mais adaptados e mais aptos para a utilização em programas de controle biológico na cultura estudada, auxiliando ainda no entendimento da comunidade local, no tocante estrutura bioecológica.

Species Richness of Natural Enemies Associates to the Organic Cropping of Tangerine

Abstract. This study aims evaluate the species richness and diversity and their components in the organic cropping of tangerine and its contribution to implement the programs of biological control. The study was conducted in on orchard of tangerine cv. Ponkan in Seropédica, RJ, from August 2003 to January 2005, with weekly monitoring. The data were observed through the Shanon-Wiener index (diversity), Berger-Parker (dominance), Equitability and Jaknnife 1st order (species richness), besides analysis of correlation among the components of diversity. A diversity (H’) and equitability (e) relatively high were observed (0.796 and 0.8339) respectively and the dominance was relatively low (d= 0.2437, Heza insignis) with co-dominance of Zellus sp. (d= 0.2362). Among the components related to the species richness, only the equitability did not present significance. Knowing the specie richness, diversity and dominance permits to evaluate which natural enemies may be able and adaptable to biological control in the cultivation studied, helping to understand the local community concerning the biological control.

Palavras-chave


Controle biológico, citros, diversidade, dominância, Biological control, citrus, diversity, dominance

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



|    Licença de Uso    |     Normas para publicação (PDF)   |    Projeto do Periódico   |   Política de Privacidade    |    Currículo Lattes (Busca)    |   Scielo     |     Títulos de Periódicos ligados à Entomologia e suas Abreviações     |      Ortografa!

Indexadores:

Latindex   |   SEER/IBICT     |    Dialnet     |    Agrobase - Literatura Agrícola     |   Sumários de Revistas Brasileiras     |     DOAJ     |    CABI Abstracts     |    LivRe!       |   RCAAP   |    Diadorim    |    Electronic Journals Library   | Eletronic Journals Index  |   Fonte Acadêmica - EBSCO  |   ZooBank    |   Zoological Records    |   Agro Unitau    |    BASE (Bielfield Academic Search Engine)     

Outras fontes:

   WorldCat    |     Mendeley     |     Google Acadêmico    |    Qualis CAPES 

Copyright © 2008-2018, Entomologistas do Brasil

As opiniões técnico/científicas e mesmo pessoais, constantes nos artigos e comunicações científicas publicados no EntomoBrasilis são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores.

 

EntomoBrasilis. ISSN Online 1983-0572 - Prefixo doi: 10.12741

 

 Site hospedado gratuitamente no HostingZone

Fazemos parte da ABEC (Associação Brasileira de Editores Científicos)

Filiado ao Portal de Periódicos CAPES

Apoio