Incidência das Formas Imaturas de Aedes albopictus (Skuse) e Aedes aegypti (Linnaeus) no Município de Miguel Pereira, RJ, Brasil

Paulo Roberto Moreira Barbosa, William Costa Rodrigues, Marise Maleck de Oliveira Cabral

Resumo


A presença de Aedes albopictus (Skuse) em área urbana representa um risco potencial do inter-relacionamento dessa espécie de mosquito com a população. Este estudo teve como objetivo identificar as formas imaturas de Ae. albopictus encontradas nos depósitos e imóveis do município de Miguel Pereira. O estudo foi realizado no período de 12 meses, ano de 2007, em 27 locais do município de Miguel Pereira, Estado do Rio de Janeiro. As larvas encontradas foram identificadas em laboratório e a análise dos dados foi calculada pelos índices de infestação predial e índice de Breteau. Os tipos de imóveis positivos foram residências (79,44% do total); terrenos baldios (2,56%); comércios (2,56%) e outros tipos de imóveis (15,04%) para Ae. albopictus, e residências (72,72% do total); comércios (6,06%); terrenos baldios (3,03%); e outros tipos de imóveis (18,18%) para Aedes aegypti (L.). Das 3731 larvas, 3562 (95,5%) eram de Ae. albopictus e 169 (4,5%) de Ae. aegypti. O mosquito Ae. albopictus mostrou-se mais presente nos criadouros que Ae. aegypti. A média do índice de infestação predial (IFP) e índice de Breteau (IB) para Ae. albopictus foi 1,0 e 1,9 e para Ae. aegypti de 0,1 e 0,1, respectivamente. As formas imaturas mais abundantemente encontradas no Município de Miguel Pereira no ano de 2007 foram de Ae. albopictus podendo futuramente se tornar um problema de saúde pública.


Incidence of Aedes albopictus (Skuse) Immature Form in Miguel Pereira, RJ, Brazil.


Abstract. The presence of Aedes albopictus (Skuse) in urban areas represents a potential risk of inter-relationship of this species of mosquito with the population. This study aimed to evaluate the presence of the Ae. albopictus immature forms in deposits and building at Miguel Pereira city, Rio de Janeiro State. The study was carried in the last 12 months, 2007, in 27 locations in Miguel Pereira city. The larvae were identified in laboratory and data analysis was calculated by indicators of building infestation index and the Breteau index. The positive buildings were: residential (79.44% of total); waste land (2.56%), shopping (2.56%) and other types of buildings (15.04%) to Ae. albopictus, and homes (72.72% of total), shopping (6.06%); waste land (3.03%) and other types of buildings (18.18%) to Ae. aegypti (L.). The larvae (3731) collected, 3562 (95.5%) were Ae. albopictus and 169 (4.5%) were Ae. aegypti. The Ae. albopictus are more present in breeding that Ae. aegypti. The average rate of building infestation index (IFP) and Breteau index (IB) for Ae. albopictus was 1.0 and 1.9 and for Ae. aegypti was 0.1 and 0.1, respectively. The Ae. albopictus immature larvae forms were more abundantly found in the Miguel Pereira city in 2007; in future it may become a public health problem.


Palavras-chave


Aedes aegypti; Aedes albopictus; Levantamento populacional; Depósitos preferenciais; Culicidae; preferred deposits; vectors insects; larvae development

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



|    Licença de Uso    |     Normas para publicação (PDF)   |    Projeto do Periódico   |   Política de Privacidade    |    Currículo Lattes (Busca)    |   Scielo     |     Títulos de Periódicos ligados à Entomologia e suas Abreviações     |      Ortografa!

Indexadores:

Latindex   |   SEER/IBICT     |    Dialnet     |    Agrobase - Literatura Agrícola     |   Sumários de Revistas Brasileiras     |     DOAJ     |    CABI Abstracts     |    LivRe!       |   RCAAP   |    Diadorim    |    Electronic Journals Library   | Eletronic Journals Index  |   Fonte Acadêmica - EBSCO  |   ZooBank    |   Zoological Records    |   Agro Unitau    |    BASE (Bielfield Academic Search Engine)     

Outras fontes:

   WorldCat    |     Mendeley     |     Google Acadêmico    |    Qualis CAPES 

Copyright © 2008-2018, Entomologistas do Brasil

As opiniões técnico/científicas e mesmo pessoais, constantes nos artigos e comunicações científicas publicados no EntomoBrasilis são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores.

 

EntomoBrasilis. ISSN Online 1983-0572 - Prefixo doi: 10.12741

 

 Site hospedado gratuitamente no HostingZone

Fazemos parte da ABEC (Associação Brasileira de Editores Científicos)

Filiado ao Portal de Periódicos CAPES

Apoio